Reuniões Mediúnicas

“Uma reunião só é verdadeiramente séria, quando cogita de coisas úteis, com exclusão de todas as demais... Uma reunião é um ser coletivo, cujas qualidades e propriedades são a resultante das de seus membros e formam como que um feixe. Ora, este feixe tanto mais força terá, quanto mais homogêneo for... Sendo o recolhimento e a comunhão dos pensamentos as condições essenciais a toda reunião séria, fácil é de compreender-se que o número excessivo dos assistentes constitui uma das causas mais contrárias à homogeneidade...” (Allan Kardec. O Livro Dos Médiuns. Cap. XXIX – Das Reuniões E Das Sociedades Espíritas, Questões: 327, 331, 332. FEB, Rio de Janeiro, 59ª edição, 1992.)

“A mediunidade não é sinal de santificação, nem representa característica divinatória. Constitui, apenas, um meio de entrar em contato com as almas que viveram na Terra, sendo os médiuns, por isso mesmo, mais responsáveis do que as demais pessoas, por possuírem a prova da sobrevivência que chega a todos por seu intermédio. O respeito e a dedicação que imponham ao trabalho é o que irá credenciá-los.” (Vianna de Carvalho / Divaldo Pereira Franco. Médiuns E Mediunidade. LEAL Editora, Salvador – Bahia, 3ª edição, 1994.)

O Centro Espírita Amor, Caridade e Esperança possui cinco (5) equipes de reuniões mediúnicas; cada grupo (de 11 a 14 componentes , no máximo) trabalha de quinze em quinze dias: dois às quintas-feiras, um às terças-feiras e dois aos domingos. As reuniões são privadas e visam o auxílio a  desencarnados e encarnados envolvidos em processo de reajuste e à defesa do Centro Espírita contra as investidas de Espíritos avessos à Doutrina Espírita; recomendação feita pelo Espírito André Luiz, na introdução do livro Desobsessão, psicografia de Francisco Cândido Xavier e Waldo Vieira. Os tratamentos espirituais realizados às quintas-feiras são indicados pelo Atendimento Fraterno e têm um tempo determinado; mas, é importante a frequência semanal à Reunião Pública, seguida do Passe e da Água Magnetizada; pois, a nossa evangelização e a dos Espíritos que nos acompanham se efetiva aí.