Atendimento Fraterno

“ Vinde a mim, todos vós que estais aflitos e sobrecarregados, que eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei comigo que sou brando e humilde de coração e achareis repouso para  vossas almas, pois é suave o meu jugo e leve o meu fardo.” ( Jesus:  Mt., XI : 28 a 30 )

“ ... Coloco em primeira instância o consolo que é preciso oferecer aos que sofrem, erguer a coragem dos caídos, arrancar um homem de suas paixões, do desespero, do suicídio, detê-lo talvez, no limiar do crime! Não vale mais isto do que os lambris doirados? “  ( Allan Kardec, Viagem Espírita em 1862, I Discurso pronunciado por Kardec nas Reuniões Gerais dos Espíritas de Lyon e Bordeaux.)

Conforme a Federação Espírita Brasileira (FEB) orienta, “ toda Casa Espírita deve criar condições para o atendimento a todos os que a procuram com o propósito de ser esclarecido, orientado, ajudado ou consolado...” ( Orientação ao Centro Espírita, 1980, 1ª edição, FEB.)

O Centro Espírita Amor, Caridade e Esperança, desde seus primórdios, sempre prestou esse serviço a todos aqueles que adentram suas portas tangidos por dores e sofrimentos, confusos e desorientados. Mas, como tarefa organizada e regular na Casa, remonta aos anos de 1992. Como a Casa cresceu muito, no início do ano de 1999, o então presidente do 5º CRE, hoje, 5º CEU, Hélio Manoel Canellas promoveu um Curso de Atendimento Fraterno, para os Centros que integram o 5º CEU, a fim de capacitar trabalhadores em tão significativa tarefa. O Curso foi ministrado pela Srª Zilda Alvarenga e Darci Neves Moreira, Coordenadora do Departamento De Evangelização da USEERJ, hoje CEERJ (Diretora da Área de Educação e Família Espírita). O CEACE , com esse Curso, capacitou trabalhadores para essa tarefa e passou a oferecer este serviço todas as quartas e sextas-feiras, regularmente, durante as reuniões públicas, das 20:00 às 21:00 h. Porém, a demanda foi tão grande que em 2004, precisou-se organizar um Curso de capacitação para preparar novos tarefeiros para essa atividade. Graças a  iniciativa de Ricardo Cunha, então Coordenador do Setor, e Amanda Rosenhayme,  Dirigente do Departamento de Educação e Família, organizou-se o 1º Curso de Atendimento Fraterno do CEACE. Curso que se repetiu em 2008, em 2ª edição e 2012, na sua 3ª edição. Hoje contamos com Atendentes Fraternos em todas as Reuniões Públicas (dom. 16 h., 3ª feira 15 h., 4ª feira 20 h., 5ª feira 09 h. e 6ª feira 20 h.).

O ATENDIMENTO FRATERNO é um serviço prestado pela nossa Casa, o CEACE, nos dias e horários das reuniões públicas e tem como objetivo receber frequentadores, seus familiares, amigos e trabalhadores da Casa, a fim de esclarecer, orientar, ajudar e consolar à luz do Evangelho de Jesus e da Doutrina Espírita; seu caráter é específico e emergencial, buscando, através do diálogo individual e confidencial, ouvir, com empatia, e orientar aqueles que o solicitam.